icon__search

Estados Unidos

País do mês

July 1, 2020 • Pr. Joel Costa

O Grande Despertamento deu a luz a várias denominações protestantes evangélicas; O número de membros das igrejas metodistas e batistas cresceu drasticamente no Segundo Grande Despertamento. No século XVIII, o deísmo encontrou apoio entre a elite americana e filósofos. A Igreja Episcopal, que se separou da Igreja Anglicana, surgiu na Revolução Americana. Novos ramos protestantes como o adventismo surgiram; Os restauradores e outros cristãos como as Testemunhas de Jeová, o movimento dos Santos dos Últimos Dias, as Igrejas de Cristo e a Ciência Cristã, bem como as comunidades unitárias e universalistas todas se espalharam no século XIX. O pentecostalismo surgiu no início do século XX como resultado do Reavivamento da Rua Azusa. A Cientologia emergiu na década de 1950. O unitário-universalismo resultou da fusão das igrejas unitárias e universalistas no século XX. A partir da década de 1990, a percentagem religiosa de cristãos tem diminuído devido à secularização, enquanto a de budistas, hindus, muçulmanos e outras religiões tendem a aumentar. O protestantismo, historicamente dominante, deixou de ser a categoria religiosa da maioria no começo da década de 2010. Oremos para que Deus mude a situação dos Estados Unidos e que possa haver um mover do poder de Deus e que muitas almas possam chegar ao conhecimento que só Jesus Cristo e nosso Senhor e nosso único Salvador. Headquarters 4000 N. Federal Hwy Lighthouse Point - FL 33064 - United States of America Phone: (954) 782-0430 fax:(954) 782-4027 email: igreja@adbelem.org

Austrália & Nova Zelândia

País do mês • January 1, 2021 • Pr. Reginaldo Ferreira Costa

A religião na Austrália é diversa. A Seção 116 da Constituição da Austrália de 1901 proíbe o governo da Commonwealth de estabelecer uma igreja ou interferir na liberdade de religião. Em uma pesquisa opcional do censo de 2016, 52,2% da população australiana se declararam cristãos. Historicamente, a porcentagem era muito maior; agora, a paisagem religiosa da Austrália está mudando e diversificando. A religião na Nova Zelândia abrange uma ampla gama de grupos e crenças. Apesar de uma diminuição significativa, o cristianismo continua sendo a religião mais comum; 37% da população no censo de 2018 identificado como cristão. O hinduísmo é a segunda religião mais popular, reivindicando 2,6% da população, e o sikhismo é a fé que mais cresce. Cerca de 6% da população é afiliada a religiões não-cristãs, enquanto quase metade (48,6%) dos neozelandeses afirmou não ter religião no censo de 2018, e 6,7% não fizeram nenhuma declaração.

Espanha

País do mês • November 1, 2020 • Pr. Benedito André

A religião na Espanha é constituída por cristãos, em sua maioria, e outras denominações: 67% da população se declara católica, embora a percentagem de praticantes seja muito inferior, cerca de 22%. Mais de 29% da população não se reconhece em nenhuma religião, definindo-se como ateu, não crente ou agnóstico. Existem também minorias muçulmanas, protestantes e ortodoxas, que somam cerca de 2,3% da população, assim como outros grupos, como judeus, budistas, baha'is e mórmons. Oremos para que Deus mude a situação da Espanha e que possa haver um mover do poder de Deus e que muitas almas possam chegar ao conhecimento que só Jesus Cristo e nosso Senhor e nosso único Salvador. Headquarters 4000 N. Federal Hwy Lighthouse Point - FL 33064 - United States of America Phone: (954) 782-0430 fax:(954) 782-4027 email: igreja@adbelem.org

Alemanha

País do mês • October 1, 2020 • Pr. Ronaldo Melo

Apesar das perdas recentes de adeptos, o cristianismo ainda é de longe a maior religião na Alemanha, com o catolicismo romano (particularmente no sul e oeste) compreendendo 27,2 % da população, e com os protestantes da Igreja Evangélica na Alemanha, (especialmente no norte), compreendendo 24.9% dos alemães. Por conseguinte a maioria do povo alemão pertencem a uma comunidade cristã, embora muitos deles não tomam parte ativa na vida da igreja com a frequência à igreja aos domingos consideravelmente menos do que 10%, dos quais 4,1% de católicos (em 2008) e 1,2% protestantes (em 2007 ). 1,7% da população é cristã.